Angola Namibia Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A População e o Rio

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Fábula sobre a Água  

Os Monstros Devoradores de Homens e o Poço

Os monstros devoradores de homens tinham construído um poço com a ajuda da tartaruga. O gato selvagem não tinha ajudado a escavar, mas veio na mesma até ao poço e disse, “Posso tirar água?” Os monstros disseram, “Não será recusada água a ninguém. Tira a água que quiseres.” E ele tirou água. Então ele disse, “Vou banhar-me também.” Um dos monstros disse, “Vê lá o que estás a fazer!” Mas ainda assim ele tomou banho. Quando terminou o seu banho, um monstro decidiu que iria comer o gato. Mas o gato selvagem pegou em água fervente e atirou-a à cara do monstro. O monstro, sentindo a cara queimada, gritou. Os seus companheiros correram e disseram, “És muito estúpido.”

O gato selvagem voltou e disse, “Com a vossa licença.” E começou novamente a retirar água do poço. Então disse, “Vou banhar-me também.” O monstro disse, “Não te banhes na água, senão…!” E então o monstro apanhou o gato selvagem e chamou os outros, “Venham cá depressa! Apanhei o gato selvagem!” O gato selvagem gritou muito alto e disse, “Vou atirar água quente, e enquanto se estiverem a secar vou fugir para longe.” E assim o gato selvagem voltou a escapar-se. Os outros monstros vieram e disseram, “Tu também és muito estúpido!”

A tartaruga tinha estado ali perto e tinha visto tudo o que tinha acontecido. Uma vez mais o gato aproximou-se do poço e voltou a retirar água. E voltou a dizer, “Vou banhar-me também.” Mas a tartaruga segurou-o e chamou os monstros, “Venham depressa. Apanhei o gato.” O gato disse para si próprio, “Vou atirar água quente, e enquanto ela se estiver a secar escapo-me e ponho-me a salvo.” Quando começou a atirar a água para a cabeça da tartaruga, a tartaruga recolheu a cabeça para dentro da sua carapaça até a água quente se esgotar, e quando os monstros chegaram comeram o gato selvagem.

Fonte:Estemann 1979

 

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Kunene


Entrevista sobre a gestão integrada e transfronteiriça da bacia do rio Kunene


Veja o cronograma histórico dos países da bacia do rio Kunene, incluindo os acordos e infra-estruturas de água


Cenas de vídeo sobre os San na Província de Kunene e o seu acesso limitado à água