Angola Namibia Sobre Como Usar Glossário Documentos Imagens Mapas Google Earth go
Favor fornecer feedback! Clique para detalhes
Home The River Basin People and the River Governance Resource Management
A Bacia do Rio
 Introdução
Geografia
Clima e Tempo
Hidrologia
Qualidade da Água
 Princípios
 Características Físicas da Água
 Temperatura da Água
 Oxigénio Dissolvido
 Variáveis Convencionais
 Qualidade Química
 Nutrientes e Eutrofização
 Nitratos na Água Subterrânea
 Metais
 Qualidade Biológica
 Características Qualitativas da Água
 Impactos Antrópicos sobre a Qualidade da Água
 Água Subterrânea
 Efluentes Agrícolas e Eutrofização
 Indústria e Mineração
 Salinidade
 Dureza da Água
 Organismos Microbiológicos e Patogénios
 Metais Pesados
 Poluentes Orgânicos Persistentes
 Temperatura da Água
 Radionuclídeos
 Gestão de Resíduos
Ecologia e Biodiversidade
Sub-bacias
 Referências

 



Feedback

send a comment

Feedback

 

Qualidade da Água  

Os processos de monitorização e gestão dos recursos hídricos à escala da bacia colocam muitas vezes a prioridade na quantidade da água, particularmente em áreas semi-áridas e áridas. Igualmente importante, contudo, é a monitorização e gestão da qualidade da água (DWAF 2004).

A qualidade da água é frequentemente caracterizada em termos de concentração dos diferentes químicos na água (Hatfield 2008). O que determina a “boa” ou ”má” qualidade da água, depende do objectivo da avaliação – por exemplo, água com elevada concentração natural de alguns metais pode ser insegura para beber, mas ainda adequada para usos agrícolas.

Avaliar a qualidade da água implica medir as concentrações químicas na água e compara-las com as concentrações de poluição originada por fenómenos naturais e com as orientações estabelecidas para proteger a saúde humana e ambiental.

Este capítulo, descreve como indicadores físicos, químicos, biológicos e qualitativos são utilizados para chegar a conclusões sobre a qualidade da água e como as actividades humanas poderão contribuir para os problemas de qualidade da água na bacia do rio Kunene.

O rio Kunene perto de Epupa.
Fonte: Langenhove 2007
( clique para ampliar )

Factores Chave

  • A bacia do rio Kunene é relativamente pouco poluída e a qualidade da água é considerada boa, uma vez que a bacia contém apenas poucas indústrias e limitadas áreas de agricultura irrigada. Contudo, ainda não foram efectuadas avaliações conclusivas sobre a qualidade da água na bacia;
  • Onde o rio passa por assentamentos, existem preocupações sobre a possibilidade de poluição microbiológica por esgotos não ou parcialmente tratados;
  • O enorme potencial de mineração e desenvolvimento industrial levanta preocupações sobre questões da futura qualidade da água;
  • A desflorestação, queimadas descontroladas e o uso de técnicas agrícolas nocivas ao meio ambiente estão a levar à diminuição da qualidade da água superficial através da erosão dos solos; e
  • O armazenamento da água através de grandes barragens ao longo do rio Kunene tem um impacto negativo na qualidade da água a jusante, resultando por exemplo, na mudança do oxigénio dissolvido e da concentração de nutrientes.

Resumo do Capítulo

Este capítulo cobre os seguintes conceitos e matérias:

A Monitorização da qualidade da água é discutida em maior detalhe no tema Gestão dos Recursos.

 

 



Interactive

Explore as sub-bacias do rio Kunene


Entrevista sobre a gestão integrada e transfronteiriça da bacia do rio Kunene


Explore as interacções entre os organismos no meio aquático


Examine como o ciclo hidrológico faz a água circular